Perguntas frequentes sobre o Mathematica

INTRODUÇÃO
=========

O que é Mathematica?

Mathematica é um software, produzido pela Wolfram Research, capaz de emular um ambiente que permite a realização de cálculos matemáticos de grande complexidade (numéricos e literais), simulações, programação, interface com sistemas externos, acesso ao Wolfram Alpha, etc. Para informações detalhadas, clique aqui.

 

CONTRATO COM A WOLFRAM RESEARCH
==========================

O Mathematica foi comprado pela UFES?

Não. A UFES assinou um contrato de licenciamento do software por três anos, contados a partir de 01/05/2013, e que poderá ser renovado indefinidamente. Enquanto o contrato for mantido, poderemos utilizar o Mathematica em toda a universidade.

Quanto custa esse licenciamento?

O licenciamento deve ser pago anualmente e custa 14.092,85 dólares/ano. A primeira anuidade, paga em abril/2013, teve 20% de desconto. A segunda anuidade, que vence em 30/04/2014, terá 10% de desconto. A partir da terceira anuidade não haverá mais desconto e a UFES passará a pagar o valor cheio.

Isso significa que se o contrato for rescindido não poderemos mais usar o Mathematica?

Sim.

Se a UFES deixar de pagar uma das anuidades, também seremos impedidos de usar o Mathematica?

Se a UFES não honrar o pagamento da anuidade, poderemos usar o Mathematica por mais 30 trinta dias além da data de validade da licença, prazo esse concedido pelo fabricante para que a UFES possa confirmar o pagamento. Depois disso, todas as licenças em uso serão suspensas.

De quantas licenças a UFES pode dispor?

O contrato permite a concessão "ilimitada" de licenças. Na prática, o número "ilimitado" de licenças que podemos usar corresponde a cerca de 10% do número total de alunos da UFES.

 

LICENÇAS
=======

Quem pode usar o Mathematica?

Todos podem usar: professores, alunos e (dependendo da necessidade) funcionários, de todos os campi da UFES, ou seja, Goiabeiras, Maruípe, Alegre e São Mateus.

Quantas licenças cada um pode utilizar?

Dada a limitação do número de licenças, o contrato prevê que os alunos poderão dispor de apenas uma licença para uso residencial. Os professores poderão dispor de uma ou mais licenças no seu ambiente de trabalho na UFES e de uma licença extra para uso residencial. No caso de laboratórios de ensino ou de pesquisa, há licenças especiais que funcionam por meio de servidores locais (MathLM). O uso de licenças para funcionários será avaliado com base na especificidade de sua função.

Existem restrições quanto ao uso das licenças?

Existem várias. As principais são:

(a) Descompilar, desmontar ou fazer engenharia reversa no software;

(b) Modificar o software de qualquer maneira, exceto aquelas porções escritas em linguagem do Mathematica e incluídas como exemplos;

(c) Distribuir, publicar, transferir, sublicenciar, emprestar, alugar, ou, de qualquer outra maneira, tornar o produto ou qualquer porção do software disponível para terceiros;

(d) Copiar ou permitir que se faça cópia do produto ou outros elementos do produto, exceto de acordo com o permitido para a manutenção de uma cópia arquivada do software;

(e) Permitir o acesso do produto por qualquer usuário que não seja o licenciado, incluindo, sem limitação, o acesso ao produto via um servidor web;

(f) usar o software para propósitos ilegais ou criar programas danosos, incluindo, mas não limitado a criação de vírus, software malignos ou ataques via internet;

(g) Usar password, chave de ativação (activation key) ou outros meios para acessar o software que não aqueles especificamente autorizados pelo fabricante.

 

LICENÇAS PARA PROFESSORES
====================

Há alguma restrição para a concessão de licenças para professores da UFES?

Há apenas uma. Na solicitação, o professor deverá usar o endereço de email institucional da UFES, que tem o formato fulano.sicrano [at] ufes.br.

Como os professores podem conseguir um email institucional da UFES?

Para obter o email institucional da Ufes, o professor deverá acessar a página https://senha.ufes.br/ e clicar no link RECUPERAR ACESSO, localizado no alto da página e em letras vermelhas. Digite seu email (o que está registrado no Departamento de Gestão de Pessoas - DGP/PROGEPAES/UFES) e CPF nos campos indicados e clique em Recuperar. Siga as instruções até a obtenção do email institucional.

Professores de outras instituições podem adquirir licenças do Mathematica?

Infelizmente não. Apenas alunos, professores e funcionários que possuem email institucional da UFES poderão adquirir licenças do Mathematica.

Professores da UFES podem adquirir licenças em seu nome e as repassar para professores ou alunos que não possuem email institucional da UFES?

Definitivamente não. Isso é terminantemente proibido por imposição contratual. No caso de haver algum visitante no grupo de pesquisa de um professor da UFES que necessite de licença do Mathematica, o mesmo deverá utilizar computadores da UFES, sob a responsabilidade de algum professor, que já tenham o Mathematica instalado. Nenhuma licença, provisória ou permanente, poderá ser concedida a pessoas que não possuem email institucional da UFES.

Como os professores da UFES devem proceder para obter licença de uso do Mathematica?

Acesse a página Licenças para professores da UFES.

 

LICENÇAS PARA ALUNOS
================

Há alguma restrição para a concessão de licenças para os alunos?

Há apenas três: (a) o aluno deve estar regularmente matriculado na UFES, (b) cada aluno poderá fazer uso de apenas uma licença para uso residencial e (c) na solicitação, o aluno deve usar o endereço de email institucional da UFES, que tem o formato fulano.de.tal [at] aluno.ufes.br.

Como os alunos podem conseguir um email institucional da UFES?

Todos os alunos regularmente matriculados na UFES já possuem conta de e-mail institucional. O endereço da conta é o próprio login do Portal do Aluno (fulano.de.tal), onde se acrescenta @aluno.ufes.br para alunos de graduação, e @ufes.br, para alunos e pós-graduação. Portanto, se você é aluno de graduação, seu e-mail institucional será fulano.de.tal [at] aluno.ufes.br e caso seja aluno de pós-graduação, fulano.de.tal [at] ufes.br.

OBSERVAÇÃO: O email institucional dos alunos é usado apenas para autenticação. Os alunos não poderão armazenar mensagens nos servidores da Ufes. As mensagens enviadas para esse endereço serão automaticamente redirecionadas para seu email pessoal, cadastrado no Portal do Aluno.

Como vou saber se meu e-mail institucional está funcionando?

Basta fazer um teste simples. Utilize seu e-mail pessoal para enviar uma mensagem de teste para a conta fulano.de.tal [at] aluno.ufes.br (aluno de graduação) ou fulano.de.tal [at] ufes.br (aluno de pós-graduação). Se sua conta estiver ativa e funcionando, assim que a mensagem chegar ao servidor da UFES, ela será automaticamente direcionada para o endereço de e-mail que você registrou no Portal do Aluno (provavelmente o mesmo endereço que você usou para enviar a mensagem).

E como os alunos devem proceder para obter sua licença residencial do Mathematica?

Acesse a página Licenças para alunos da UFES.

Como é feita a autenticação da identidade dos alunos?

A autenticação é feita com base no endereço de email institucional, que deve ter o sufixo @aluno.ufes.br.
 
Sou aluno da UFES e minha solicitação do Mathematica foi recusada. Por que isso ocorreu?
 
Há dois prováveis motivos. O primeiro é que você não utilizou o e-mail institucional da UFES no cadastro de sua conta no Portal Wolfram. O segundo é que o e-mail da UFES este não esteja funcionando adequadamente.
 
Após a formatura o aluno poderá continuar a usar a licença do Mathematica?

Isso irá depender de o aluno permanecer ou não na UFES como aluno regular. Os casos mais comuns que permitirão a continuidade do uso da licença são a manutenção de vínculo para conclusão de segundo curso e o ingresso em programas de pós-graduação, seja na forma de mestrado ou doutorado. De qualquer forma, o aluno só terá sua licença do Mathematica suspensa se deixar de ser aluno regular da UFES.

 

INSTALAÇÃO DO MATHEMATICA

=====================

Há algum cuidado especial a ser tomado antes de fazer a instalação do Mathematica?

Antes de fazer a instalação, verifique se há alguma instalação prévia do Mathematica no seu computador. Caso haja, o usuário deverá fazer a desinstalação completa, que consiste em: 

(a) Fazer a desinstalação normal via Painel de Controle; 
(b) Apagar os seguintes diretórios: 

No Windows 7, 8 e Windows Vista: 

C:\ProgramData\Mathematica 
C:\Program Files\Wolfram Research\Mathematica 
C:\Users\AppData\Roaming\Mathematica * 

* "Users" corresponde ao seu nome de usuário no computador. 

No Windows XP: 

C:\Documents and Settings\All Users\Application Data\Mathematica *
C:\Documents and Settings\Application Data\Mathematica 
C:\Program Files\Wolfram Research\Mathematica 

* "All Users" corresponde ao seu nome de usuário no computador. 

Esses diretórios podem estar escondidos em seu computador (hidden files). Você pode precisar habilitar o acesso a eles no Windows Explorer (WE). Para isso, abra o WE e clique no menu Ferramentas/Opções de Pasta... (se o menu não estiver visível, pressione a tecla Alt). Na caixa de diálogo Opções de Pasta, selecione a aba Modo de Exibição e observe a lista de opções Configurações Avançadas. Desmarque a opção “Ocultar arquivos protegidos pelo sistema operacional” e clique em Aplicar. Após apagar os diretórios acima, volte a assinalar essa caixa de opção e clique novamente em Aplicar.

Se o sistema operacional de seu computador não for Windows, veja instruções de desinstação completa aqui.

No mais, como em toda instalação de software, é recomendáfel fechar todos os aplicativos em execução antes de fazer a instalação.
 
Qual é o tamanho do arquivo de instação?

Cerca de 1,3 GB. Portanto, tome o cuidado de descarregar o instalador do Mathematica a partir de um computador conectado à internet com banda (bem) larga.

O Mathematica está disponível apenas para Windows?

Não. Também há versões disponíveis para Mac e Linux.

 

ATIVAÇÃO DO MATHEMATICA
===================

Qual a diferença entre licenciar e ativar o Mathematica?

Na prática, o licenciamento consiste em associar a cópia do programa instalado em seu computador a um número de licença que possui o formato LXXXX-XXXX. A ativação consiste habilitar a cópia para execução por meio da inserção da Chave de Ativação (Activation Key), que possui o formato XXXX-XXXX-XXXXXX.

Há necessidade de fazer o licenciamento do Mathematica?

Não. O contrato que a UFES assinou com a Wolfram Research já garante que todas as cópias do Mathemática distribuídas na UFES sejam licenciadas. Portanto, se após a instalação, ou o primeiro uso, o programa pedir para o usuário inserir o número da licença, pode cancelar.

Como é feita a ativação do Mathematica?

A ativação é a única operação que o usuário deve fazer antes de começar a usar o programa. Pode acontecer de o programa solicitar a inserção da chave de ativação logo após o primeiro acesso. Se este for o caso, insira a chave, que está na mensagem enviada após a solicitação da licença. S o programa não solicitar a chave explicitamente, acesse o menu Help / Enter activation key... do Mathematica e siga as instruções. É importante lembrar que a ativação deve ser realizada com o computador conectado à internet.

=====================

Não encontrou resposta para sua pergunta?
 
Escreva para mim.
 
Prof. Anderson Coser Gaudio
anderson.gaudio [at] ufes.br
 
Farei o possível para responder sua pergunta o mais rápido possível.
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910